NO AR!

Nova Manhã

Com Fabiana K. Pandolfo

Presos poderão ser soltos em frente ao complexo prisional em Chapecó; Entenda

21 de Julho de 2021 21:00

Como forma de protesto contra a Reforma da Previdência em Santa Catarina, os Policiais Penais do Estado não receberão mais presos em unidades prisionais que estejam acima de sua capacidade oficial. Atualmente em Chapecó, o complexo penitenciário conta com mais de 100 presos além de sua capacidade limite. Devido ao impasse, o ClicRDC conversou com a Polícia Civil, os Policiais Penais e a Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa do governo de SC.

Conforme o delegado da Polícia Civil, Rodrigo Moura, a Reforma da Previdência que o governo enviou à Alesc, conta com pontos bastante prejudiciais à segurança pública civil. Devido a esse texto, os Policiais Penais decidiram fazer um movimento para não receber presos em unidades prisionais que estejam acima de sua capacidade oficial, como é o caso de Chapecó.

“Em virtude disso, pessoas que são presas em flagrante pela Polícia Civil e Polícia Militar e posteriormente são encaminhadas para os policiais penais, no complexo penitenciário acabam ficando em um situação que não tem solução. Os policiais penais não querem receber, mas nós, Polícia Civil também não podemos ficar com o preso, porque não é nosso papel. Não temos condições e estrutura para custodiar presos. Se isso continuar acontecendo, acarretará na soltura de presos em frente ao complexo prisional”, falou o delegado.

Fonte: clicrdc

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar