NO AR!

Madrugada da Nov...

Com Nova Fm

Voluntários criam projeto para ensinar português a estrangeiros em Pinhalzinho

19 de Novembro de 2020 14:57

 


Segundo levantamento produzido pelo Observatório das Migrações da Unicamp, no Brasil vivem hoje cerca de 750 mil estrangeiros. A presença destes migrantes cria a demanda por projetos de ensino de língua portuguesa, o que é essencial para incluí-los na sociedade.

Em Pinhalzinho o programa de ensino de português para estrangeiros, vai ser desenvolvido a partir de janeiro de 2021, na Comunidade Cristã de Pinhalzinho, no Bairro Nova Divineia, por um grupo de voluntários.

O objetivo é auxiliar estrangeiros, a aprenderem o português do Brasil, para terem autonomia no dia a dia, para fazerem compras, ir à bancos, montar um currículo e até para trabalhar.

A idealizadora do Projeto, Leila Alves, e uma das docentes conversou com a nossa equipe sobre a iniciativa.

“O projeto surgiu, porque nós prestamos auxilio a algumas famílias venezuelanas, em torno de 30 pessoas, e agora também a haitianos. Então, como nós falamos espanhol, eles se sentiram seguros em estarem ali conosco na comunidade Cristã, e a gente viu que eles precisam dessa autonomia. Eles nos solicitam para preencher um currículo, e a gente sempre auxilia, como todo amor, boa vontade e carinho, mas eles precisam ter autonomia para ir a um banco, até para questão de providenciar documentos, agora também tem alguns que estão fazendo habilitação para carros, nós também estamos auxiliando eles nisso, porque às vezes eles não entendem, também muitas vezes no trabalho eles não entendem o que é dito, por isso nós sentimos essa necessidade e então a gente conversou com pessoas preparadas com formação, para podermos ofertar isso pra eles. Não vai ser uma alfabetização, vai ser algo que nós vamos focar, em uma necessidade diária deles”.
Segundo Leila o curso será ministrado a partir de janeiro. “O curso será realizado na Igreja, que fica localizada na Rua Aracajú 1723 no Bairro Nova Divineia, aonde temos um espaço grande, todas as segundas-feiras a partir de 11 de janeiro, e ele vai até dia primeiro de março. As aulas acontecerão no período noturno. Em março mesmo, nós vamos fazer uma formatura pra eles, a gente vai oferecer certificação, vai ser bem especial.”

Ainda segundo a docente o público alvo é formado por adultos haitianos e venezuelanos,

Leila esclarece ainda sobre como realizar as inscrições para o projeto.

“As inscrições serão realizadas no dia 12 de dezembro, das 14h até as 18h também na igreja Comunidade Cristã de Pinhalzinho. Nesse momento é que a gente vai ter um contato com eles, e nós vamos até, saber qual a formação que eles tem, vamos entender quais são as grandes necessidades, porque a partir desse primeiro contato, pode ser que exista a necessidade de divisão de turmas. Como comunidade isso é importante, até pra que eles se sintam inseridos, valorizando eles, tanto que a gente foi buscar pessoas com formação, para que eles entendam o quanto nós os valorizamos como pessoas, e queremos prestar esse auxílio”.

Fonte: NOVA FM

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar