NO AR!

Frequência Serta...

Com Augusto Giovani

Projeto estrutural para construção do Laboratório de Análise do Leite será apresentado para a prefeitura e Corpo de Bombeiros de Pinhalzinho nos próximos dias

14 de Agosto de 2019 14:56
0:00 0:00


A obra contemplará diretamente 82 municípios da faixa da Fronteira Oeste e mais de 88 mil famílias de baixa renda.

A região Oeste é a quarta maior bacia leiteira do país, com capacidade para processamento de leite que nenhuma outra região brasileira tem. Essa obra é importante e já conta com o suporte dos cursos de Engenharia de Alimentos, Engenharia Química e mestrado em Engenharia de Alimentos da Udesc.

A obra contempla a construção de um prédio que abrigará o Núcleo de Ciência e Tecnologia Leiteira, com três laboratórios: de análise e credenciamento do leite – processos feitos atualmente em Concórdia, pela Universidade do Contestado (UNC), em Curitiba, no Paraná e em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul – usina com laboratório de ensino que abrirá capacitação para a funcionários de empresas do ramo e o laboratório de pesquisa e inovação de produtos lácteos que buscará agregar valor ao leite.

O Núcleo de Ciência e Tecnologia Leiteira será administrado pela Udesc, mas servirá também para pesquisas da Epagri, Cidasc e empresas do setor na região. O Estado produz 9,9 bilhões de litros de leite e 70% da produção está concentrada no Oeste.
A professora Darlene Cavalheiro, que atualmente coordena o Núcleo de Ciência Tecnologia e Inovação do Leite em Pinhalzinho, destaca que os projetos estruturais serão apresentados para a prefeitura de Pinhalzinho e o Corpo de Bombeiros.

Para que o Ministério do Desenvolvimento Regional libere o dinheiro para UDESC, a Universidade carece primeiramente apresentar o processo licitatório. O valor orçado da obra gira em torno de 14 milhões de reais.

 

Fonte: NOVA FM/ UDESC

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar