NO AR!

Madrugada Nova

Nova Fm

Peça seu sucesso!

OUÇA AGORA!

Hoje, 21 de Novembro de 2018

Um mês após assassinato de advogado, Polícia Civil mantém investigação sob "sigilo absoluto"

Joacir Montagna foi morto em 13 de agosto no seu escritório de advocacia em Guaraciaba. Ele foi alvejado com um tiro à queima-roupa

14 de Setembro de 2018 08:32

A Polícia Civil, por meio de nota, informou na tarde desta quinta-feira (13) que segue investigando com "sigilo absoluto" as circunstâncias da morte do advogado de Guaraciaba Joacir Montagna.

A nota assinada pelo delegado regional, Adriano Krull Bini, salienta ainda que a Polícia Civil "prestará as informações devidas no momento oportuno".

A polícia pede ainda a colaboração da população da região para possíveis denúncias que podem ser realizadas pelo WhatsApp (49) 99915-2018.

O advogado de Guaraciaba Joacir Montagna foi assassinado há exato um mês, em 13 de agosto, por volta das 9h com um tiro à queima-roupa. O crime ocorreu no escritório de advocacia do profissional, localizado na Rua Ademar de Barros, próximo à prefeitura de Guaraciaba.

Segundo informações obtidas pela reportagem do Grupo WH Comunicações no dia do crime, um homem entrou no escritório de capacete e rendeu duas funcionárias anunciando um assalto, elas foram encaminhas até a sala de Joacir Montagna, quando ele estaria abrindo o cofre, foi atingido pelo disparo e faleceu na hora.

Fonte: WH Comunicações

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar