NO AR!

Toca Brasil 1ª E...

Cristian Jr. Luzzi

Peça seu sucesso!

OUÇA AGORA!

Hoje, 27 de Abril de 2018

Com casos de Chikungunya, Cunha Porã usa drone e 80 pessoas em Força Tarefa

14 de Abril de 2018 06:13

O município de Cunha Porã usa 80 pessoas, drone e auxílio tecnológico para uma varredura nos imóveis do município. A Força Tarefa foi iniciada no dia 9 e segue até o próximo domingo em busca de água parada e locais que possam promover a proliferação do mosquito transmissor Chikungunya. Neste ano, Cunha Porã confirmou três casos, sendo dois contraídos dentro da cidade.

De acordo com Rogério Golin, o trabalho está atingindo o objetivo esperado, pois além de realizar o trabalho previsto, a população está sendo orientada da necessidade de cada munícipe estar atento para evitar locais de água parada. “Em decorrência da infestação já existente, poderemos enfrentar uma epidemia que causará sérios prejuízos ao município, bem como a toda população”, afirma.

O objetivo da ação é realizar uma varredura em toda área urbana do município, tendo como finalidade eliminar todo e qualquer local que possa armazenar água parada, bem como realizar o tratamento com pyriproxyfen nas cisternas e caixas de água que não estão bem vedadas, realizando a adequação e vedação com tela antiofidica.
Sobre o drone, Golin avalia fundamental. “Conseguindo identificar locais de difícil acesso que posteriormente eram acessados pelos bombeiros, tendo sido atingido aproximadamente 75 % dos imóveis”.

A Força tarefa é composta pela coordenadoria Regional de Defesa Civil da região da Amerios, Secretaria municipal de Saúde de Cunha Porã, Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Gerência de Saúde de Chapecó, Corpo de Bombeiros Militar, contando com biólogo da Coordenadoria municipal de Defesa Civil, 34 bombeiros, nove técnicos da DIVE, 1 biólogo da DIVE, secretário municipal de Saúde, 25 agentes comunitários de saúde, dois técnicos de endemia, dois técnicos de vigilância sanitária e seis funcionários da secretaria de infraestrutura, além da utilização de um drone.

Fonte: Jornal O Líder

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar