NO AR!

Show de Bandas

Volmar Amaral

Peça seu sucesso!

OUÇA AGORA!

Hoje, 20 de Novembro de 2017

Municípios da SDR Maravilha recebem kits de telediagnóstico em dermatologia

22 de Outubro de 2015 10:25

A Gerência de Saúde da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Maravilha realizou, nesta quarta-feira, 21, a entrega de seis kits para diagnóstico em dermatologia para os municípios de Romelândia, Iraceminha, Bom Jesus do Oeste, Saudades, Santa Terezinha do Progresso e Saltinho. Com a entrega de hoje todos os municípios da Regional possuem o kit que é composto por máquina fotográfica, dermatoscópio e adaptador.

O projeto é uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Para realizar a triagem de casos antes de encaminhar as situações para os especialistas o Estado disponibiliza o Sistema de Telemedicina e Telessaude (STT), ferramenta web pelo qual a rede de telediagnóstico se viabiliza.
“Com o equipamento, o médico na própria Unidade de Saúde poderá fazer uma triagem a partir das informações do paciente. Com o dermatoscópio será realizado um exame que terá parecer dos técnicos da teledermatologia de Florianópolis. Estes por sua vez, devolvem o laudo para a Unidade de Saúde com a classificação de risco da lesão ou patologia”, explica o gerente de Saúde da SDR Darci Thome.
O secretário regional Valci Dal Maso acompanhou a entrega e destacou que esta ação do Estado irá diminuir a fila de atendimentos em dermatologia, já que o aparelho permite que o médico da unidade de saúde onde o paciente é atendido acesse o laudo do exame pela internet. “Este equipamento trará enormes benefícios à população, especialmente na rapidez do diagnóstico das patologias dermatológicas. O foco principal é o diagnóstico precoce de doenças graves de pele, já na atenção básica, onde o médico terá facilidade através da rede de telediagnóstico para identificar a real necessidade do paciente por atendimento especializado.”
Durante o evento de entrega dos equipamentos, enfermeiros, técnicos e médicos participaram de um treinamento sobre o uso correto do material, que foi realizado pelo gerente de projetos do Instituto Nacional para Convergência Digital (Incod) da UFSC, Paulo Iasbech que explica que o treinamento é fundamental para a eficácia do procedimento. “O equipamento é essencial, mas é preciso que os médicos, enfermeiros e técnicos estejam preparados e saibam utilizar o equipamento de forma correta”, enfatiza.

 

Fonte: Carla da Silva Trentin Assessoria de imprensa

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar